primavera Lyrics – Don L

primavera Lyrics

[Letra de “primavera” com Don L, Giovani CIdreira & Rael]

[Verso 1: Don L]
​que mundo errado que nos separou de nós
​eu nunca soube reparar as estações
​nessa de cê não poder parar
​sem sentir ficar pra trás
​uma temporada ou mais
​de desilusões
​na luta pra ninguém silenciar nossa voz
​voltamos a falar dos sonhos pelas manhãs
​a nossa terra fértil foi vencendo o concreto
​o nosso reflorestamento erguendo-se em fé
​e eu…

​[Refrão: Rael & Giovanni Cidreira]
​eu que sou de onde a miséria seca as еstações
​vi a primavera
​florescеr entre os canhões
​e não recuar (​lararara rara)
​eu que sou de guerra
​dei o sangue na missão
​de regar a terra
​s​e eu tombar vão ser milhões pra multiplicar (​lararara rara)

[Pós-refrão: Rael, Giovanni Cidreira & Don L]
​a única luta que se perde é a que se abandona e nós nunca
​nunca abandonamos luta
​nunca nunca
​hay que endurecer sem nunca sem nunca perder a ternura
​meu swagg, meu estilo, eles não vão ter
​nunca, nunca
Lararara rara

[Verso 3: Don L]
​a guerra que nos reaproximou de nós
​é a mesma que me pôs a repensar meus sonhos
​o quanto neles era só publicidade?
​fazendo acreditar que eram meus próprios planos
​medo de fazer meus próprios planos serem
​nossos planos mesmo que eu tombe antes de vê-los
​agora vendo florescerem
​inevitavelmente eu sei que estarei lá
​no dia que eles finalmente cheguem
​um dia desse eu tava meio cabreiro
​sem saber o que pode me acontecer
​e não ver o fruto que eu plantei em algum janeiro
​mas tive um relampejo de que já estão aí
​e a gente pode ser feliz agora mesmo
​apesar da batalha, o pente cheio
​as tecnologias ancestrais nós temos
​pra induzir o sonho dentro de um pesadelo
​entre um traçante e outro
​dilatar o tempo e imaginar um mundo novo

​[Refrão: Rael & Giovanni Cidreira]
​eu que sou de onde a miséria seca as estações
​vi a primavera
​florescer entre os canhões
​e não recuar (​lararara rara)
​eu que sou de guerra
​dei o sangue na missão
​de regar a terra
​s​e eu tombar vão ser milhões pra multiplicar (​lararara rara)

[Pós-refrão: Rael, Giovanni Cidreira & Don L]
​a única luta que se perde é a que se abandona e nós nunca
​nunca abandonamos luta
​nunca, nunca
​hay que endurecer sem nunca sem nunca perder a ternura
​meu swagg, meu estilo, eles não vão ter
​nunca, nunca
​lararara rara
​lararara rara
​lararara rara
​lararara rara

Featuring – Giovani Cidreira & Rael
Album – Roteiro Pra Aïnouz Vol. 2 (November 2021)
Song Released November 26, 2021

ALSO READ  Seventeen Going Under Lyrics - Sam Fender